Você costuma contar suas coisas para amigas? Você divide momentos do dia a dia com seu companheiro/a? Já sentiu alivio quando conta alguma coisa pessoal para alguém e ele responde: “Já senti isso!!” ou “Já passei por isso!” ou ainda “Ai…lá em casa é igual!”.

Não traz um alivio? Saber que o outro passa pelas mesmas situações ou sente algo parecido, nos traz uma sensação boa, não é? Sensação de não estar sozinha ou até de não estar louca??

Já ficou amiga de uma pessoa tão rapidamente que até parece que se conhecem há anos? Quando escuta: “Ahhh mas homem é assim mesmo, eles pensam de maneira diferente da gente!”, não dá a sensação de que as mulheres passam pelos mesmos problemas e desafios?

Esse compartilhar um sentimento, uma ideia, uma sensação e ser bem recebido é muito confortante!

E quando compartilhamos, e há uma identificação imediata de quem escuta, parece que o problema diminui, ganha uma proporção menor, quase um alivio.

Quando nos identificamos com alguém, com um sentimento em comum, nos sentimos acolhidas, abraçadas, entendidas e até pertencendo a algo que não sabemos direito o que é. Só pensamos: “Não estou sozinha!”

Não é muito gostoso quando esse acolhimento acontece? Nos sentimos mais seguros para nos abrirmos cada vez mais. Quando saímos para jantar com amigas é sempre bom, somos ouvidas, escutamos, ajudamos a outra, damos opinião, nos identificamos com vários problemas e ainda podemos perceber que eles não são tão graves quando comparados aos de outras amigas, e isso também é um alivio, conforta o coração e nos faz encarar o dia a dia com outro olhar.

Os grupos de Coaching são ricos em conteúdo não só porque abordam e trabalham temas relevantes para a mulher, mas também por essas razões de possibilidade de identificação e acolhimento.

Um espaço para pensar, entender melhor muitas das nossas questões latentes e ser acolhida!

Vamos participar?

Pin It on Pinterest

Share This