por Flávia Soubihe

Comecei a escrever esse texto pensando nas inúmeras mulheres que passam pela Woman To Be, que se cobram incessantemente a serem perfeitas!

Vejo tanto sofrimento, tanto gasto de energia desnecessário… Pois é, serão as mulheres mais perfeccionistas que os homens? Não sei essa resposta, mas sei que muitas das minhas clientes se afastam de seus objetivos por terem essa característica!

E o que eu quero é contar para vocês que através das experiências que tive na vida, e com os resultados que alcancei posso afirmar: BUSCAR A PERFEIÇÃO NÃO É ALGO POSITIVO!

Tenho certeza que quando falo isso para as pessoas, muitas pensam: então você faz as coisas de qualquer jeito? Não! É minha resposta. Eu simplesmente FAÇO, dando o meu melhor naquele momento, que posso garantir está longe do perfeito! Sabe por que?

Aprendi que levar tudo muito a sério pode acabar como um problema. Hoje nós mulheres temos uma vida “maluca”, fazemos parte de um mundo concorrido e cheio de pressão por sucesso vindo de todos os lados. E essa busca constante é o caminho mais rápido para a angústia e o insucesso!

As pessoas perfeccionistas têm muito medo do fracasso e da crítica, por isso evitam fazer qualquer coisa que possa não dar certo. Elas nunca acham que o que fazem está bom o suficiente e esse ciclo vai impedindo qualquer atitude em direção a algo novo.

O que quero dizer é: quando temos um objetivo, ele é algo novo que queremos alcançar, certo? Mas se sou perfeccionista, como vou arriscar, se existe a possibilidade do fracasso? Se você se identificou com esse pensamento, está na hora de começar a se perguntar: Estou dando o meu melhor para minhas circunstâncias e possibilidades hoje?

Você precisa agir com naturalidade e não necessariamente ser a melhor em tudo que faz. Pode até buscar melhorar todos os dias, mas não começar a agir só se estiver perfeitamente dentro de um padrão que você mesma estabeleceu.

Vamos diminuir essa angústia diária?

Já tive a oportunidade de passar este aprendizado a muitas clientes e pessoas que conheço. Elas viram que minha vida “acontece” exatamente por isso, por não estar toda hora em busca da perfeição, e sim do meu melhor para aquele momento. Acredito que talvez esse seja meu legado aqui na Terra!

Então minha pergunta é: VAMOS DAR O NOSSO MELHOR? Com a consciência que não somos perfeitas e que só assim conseguiremos equilibrar todas as áreas da nossa vida!

 

Pin It on Pinterest

Share This